Caros leitores:
Como é sabido a microsoft tem desenvolvido alguns produtos que servem para tornar mais fácil a vida quotidiana dos deficientes. Um dos produtos é o seeing eye.
Podem através dele:
ler textos em tempo real, por exemplo certos textos que aparecem num monitor ou televisão;
ler documentos mais complexos;
descrever cenas e objetos;
indicar a presença de luz;
identificar dinheiro;
identificar produtos;
descrever pessoas, etc.
Neste post tento demonstrar através de um ficheiro de áudio como é fácil a sua utilização e praticidade.


Bom galera do Dicas Apple, agora que já conhecemos o Workflow, vamos aprender como criar um fluxo de trabalho, que também podemos chamar de receita.
Você pode criar um fluxo de trabalho para automatizar uma tarefa ou uma série de ações no iPhone, iPad ou Apple Watch.
No app Workflow, toque no botão Create Workflow 
 na parte superior direita da tela para criar um fluxo de trabalho.Ler mais »


Fala galera do dicas Apple, aqui é o Leandro Sina e venho aqui falar um pouco sobre o Workflow, uma ferramenta poderosa É totalmente acessível, o aplicativo é gratuito e em inglês e foi adquirido pela Apple a pouco tempo, vou postar uma série de artigos sobre ele, Onde você poderá facilmente, converter vídeos do rolo da câmera ou do YouTube para MP3 E compartilhar aonde desejar, Além de muito mais, suas possibilidades são infinitas.Ler mais »


Fala galera! Venho aqui hoje postar uma lista de jogos acessíveis, esta lista foi criada por Leandro Cina editada por Náthaly Campos,
Caso conheça algum jogo que não está na lista, fique a vontade para adicionar nos comentários abaixo.
Na lista temos aplicativos grátis e pagos, E em vários idiomas,sinceramente não testei todos, Mas na descrição os mesmos dizem que São acessíveis.Ler mais »


 
Caro leitor, entre as novidades de acessibilidade do Ios 11 e que foram explicadas pelo Filipe Azevedo num artigo que recomendo a leitura, aparece uma mudança em relação à organização de aplicações que vou detalhar aqui mais um pouco.
 
No Ios 10 estando encima do ícone de uma aplicação correndo o dedo de cima para baixo encontrávamos logo as acções disponíveis para a mesma nomeadamente a organização de aplicações. Com a chegada do Ios 11 mudou substancialmente a forma de interagirmos com as apps já que para efectuarmos esse tipo de tarefa teremos de entrar no modo de edição dando dois toques sobre o ícone segurando o segundo.
 
Estando o modo de edição activado e o rotor posicionado em acções, corremos o dedo de baixo para cima ou vice-versa e encontramos já não organizar aplicações mas sim arrastar. Tocamos duas vezes, e depois o procedimento é exactamente igual ao que fazíamos com o organizar aplicações do Ios 10.
 
Agora uma boa novidade. Existe também a possibilidade de acrescentar elementos a arrastar o que nos vai permitir levar vários aplicativos de uma só vez para onde queremos nomeadamente quando os queremos organizar por pastas.
 
Aqui basta estar sobre o ícone dos aplicativos que queremos adicionar para arrastar e dar dois toques nessa opção que encontramos no menu de acções. Volto a frisar que para efectuar todas estas tarefas temos de estar com o modo de edição activo.
 
Já agora e ainda falando de interagir com aplicações, para quem tem disponível nos seus equipamentos o 3d touch este continua a dar possibilidade de entrar no selector de aplicações pressionando a borda esquerda da tela/ecrã facto que se falava deixaria de acontecer no Ios 11. Já agora, seja desta forma ou da tradicional tocando duas vezes no home, quando todas as aplicações estiverem fechadas o voice over informa que o selector de aplicações está vazio.
 
 
 
 
 
 


Caro leitor,
pensando nas vantagens que se tem ao utilizar o leitor de livros, Voice Dream, resolvemos escrever este tutorial cujo objetivo é apresentar-lhe as principais , funções do aplicativo e as formas de organização de seus botões.
Obs. o Voice Dream executa arquivos em formato PDF, DOC, EPUB dentre outros.
Não se esqueça de que, caso o livro seja comprado na iBooks Store ou em outra loja de livros eletrônicos, devido a proteção do arquivo, o Voice Dream não poderá executar ou mesmo abri-lo.
Conhecendo o Voice dream
Ao abrir o aplicativo, encontramos, na parte superior quatro botões:
Adicionar: usado para direcionar o usuário a algum serviço de nuvem onde possa estar o documento desejado.
Obs. são vários serviços compatíveis com o programa: iCloud Drive, Google Drive, OneDrive, MeoCloud, dentre outros, devendo estes serem ativados nas opções que serão apresentadas mais adiante.
Filtro: tem o objetivo de filtrar os livros por categorias específicas como, por exemplo, todos os itens, flagged, não lido, por tipo, por pasta.
Editar: como o próprio nome diz, coloca os livros em modo de edição, permitindo selecionar os materiais para realizar as seguintes ações ( selecionar tudo, filtro, mover para pasta, marcação, retroceder para o início, apagar).
Campo de busca: permite buscar um livro por título dentro do aplicativo.
após os botões referidos, no centro da tela, ficam todos os títulos adicionados; sendo, portanto, fácil sua consulta.
Obs. o Voice Dream já vem com alguns documentos salvos cujo objetivo é apresentar as novidades e também trazer uma ajuda aos utilizadores novatos.
Na parte inferior da tela, encontram-se os seguintes botões:
Ordenação: organiza os materiais adicionados em data de abertura, título, autor, tempo de reprodução.
Visualização e grade/visualização em lista: modifica a forma de visualização dos documentos.
Configurações: direciona o usuário as seguintes configurações do aplicativo (sincronização da nuvem – ativa a sincronização com a biblioteca do iCloud; origem dos conteúdos – ativa os serviços de nuvem que podem servir para exportação dos conteúdos; gerenciar vozes – gerencia as vozes instaladas no iOs e ainda apresenta, na parte inferior da tela opções como, por exemplo, inglês, tudo e comprar; já as opções entre em contato, início rápido, manual do usuário, sobre – dispensam explicações.
Lendo agora: abre o último documento usado.
Utilizando o Voice Dream
Neste tópico, pretendemos fazer uma breve explanação sobre as principais funções existentes dentro do modo de leitura; todavia, para maiores detalhes, cabe ao utilizador explorar por si o programa e suas várias possibilidades.
Uma vez aberto o arquivo, você será direcionado a uma área na qual o texto estará sendo mostrado ao centro, sendo possível navegar nele com toques nas linhas ou mesmo mudar as páginas com o gesto tradicional para mudar de tela com três dedos no sentido horizontal.
Obs. se passar dois dedos no sentido vertical, a leitura via VoiceOver é iniciada, contudo não trata-se do aplicativo, mas sim do leitor de telas.
Nesta área também é possível utilizar o rotor para funções específicas.
Na parte superior, são apresentados os botões:
Início: leva o utilizador para a tela inicial do aplicativo e onde estão os documentos adicionados.
Ação: apresenta as funções (exportar arquivo original, exportar todo o texto, exportar realçados, compartilhar e editar).
Configuração de leitura: traz as configurações para leitura e apresenta as seguintes funções (modo de leitura, temporizador, configurações avançadas).
Configurações de áudio: apresenta configurações para o áudio em relação à leitura feita pelo aplicativo, indicando ainda a quantidade de palavras que devem ser lidas por minuto. As funções existentes neste modo são ( velocidade de fala, idioma, voz, dicionário de pronúncia, gerenciar vozes e adicionar vozes).
Configurações de visualização: apresenta várias funções para configuração da visualização do texto.
Adicionar marcador: adiciona um marcador no texto.
Na parte inferior, vê-se os seguintes botões:
Cabeçalhos, marcadores e destaques: permite o utilizador localizar estes tópicos caso os mesmos tenham sido inseridos no texto.
Selecionar texto: seleciona o texto e ainda dá uma breve explicação sobre como fazê-lo.
Reproduzir: inicia a reprodução do texto utilizando agora sim a voz do Voice Dream.
Obs. uma vez iniciada a reprodução, pode-se bloquear a tela do dispositivo e utilizar o comando toque duplo com dois dedos para pausar ou retomar a leitura.
Unidade de navegação: seleciona o tempo de navegação pelo texto.
Procurar: permite fazer uma pesquisa por palavra no documento.
Após o botão Procurar, há ainda as informações referentes ao tempo de leitura atingido, à posição no texto indicada por porcentagem e o tempo aproximado a ser gasto para a leitura total do documento.
Esperamos que este tutorial poça-lhe ser-lhe útil para iniciar a exploração e o uso deste aplicativo tão funcional e importante àqueles que adoram uma leitura.


Caro leitor,
No iOS 10 o comportamento para desbloquear o iPhone foi modificado e para tal precisamos pressionar uma vez o botão Home e depois tocar duas vezes no botão “Pressione o botão Início para Abrir” ou ainda pressionar duas vezes o botão Home.
Para voltar ao comportamento que estamos acostumados, ou seja, pressionar uma vez o botão Home e deixar o dedo pousado no leitor biométrico para que seja feito o desbloqueio, siga os seguintes passos:
1. Vá em “Ajustes”, “Geral”, “Acessibilidade”.
2. Entre na opção “”Botão Início”.
3. Ative a opção “Mantenha o Dedo para Abrir”
Pronto! De agora em diante seu iPhone vai desbloquear da maneira que estava acostumado.


Caro leitor, aproxima-se a data de apresentação do novo Sistema Operacional da Maçã e junto a ele várias outras novidades serão apresentadas em relação a aplicativos nativos.
Pensando nisso, hoje traremos a você algumas informações relevantes sobre o novo Fotos para iOS 10.
Abaixo seguem algumas informações importantes sobre as novas funcionalidades do aplicativo.
Na parte inferior da tela do aplicativo, são mostrados três botões:
1. Fotos – pressionada esta opção, você encontrará grupos de fotos organizadas por ano.
2. Memórias – nesta aba, você encontrará algumas sugestões de lembranças a serem recordadas. O aplicativo seleciona algumas datas ou momentos que lhe possa sugerir como algo importante e deixa-os em um lugar de fácil acesso para serem visualizados.
3. Álbuns – está opção é uma das mais completas, pois é nela que encontramos:
a) Rolo da Câmera – local onde estão todas as fotos armazenadas no aparelho dispostas em uma lista crescente de acordo com a data de registro
b) Favoritos – área aonde você pode enviar suas fotos preferidas
c) Pessoas- (um dos recursos mais interessantes, local em que o aparelho separa as fotos por rostos, criando pastas que, uma vez identificado o indivíduo, você pode nomeá-las, criando assim uma organização bem mais eficiente e de fácil acesso
d) Lugares – o próprio nome já diz, separa os registros por lugares, criando subtítulos a cada um deles
e) Vídeos – são apresentados os vídeos gravados pelo aparelho ou recebidos por aplicativos de terceiros
f) Selfies – local onde ficam todas as suas selfies
g) Series – não entendemos exatamente o critério a ser empregado para esta separação
h) Captura de Tela – destino de todas as capturas de tela do aparelho
Obs. Caso você tenha ativada a opção Meu Compartilhamento, será apresentada ainda a quantidade de fotos existentes no mesmo e mais uma seleção de opções semelhantes às listadas acima: Favoritos, Selfies, Vídeos, Séries, Capturas de Telas,.
Nota importante: agora, para usuários de Voiceover, o aplicativo fotos está fazendo uma descrição simples das imagens, bem semelhante àquelas feitas pelo Facebook.
Também, dentro dos álbuns, é criado, de forma autônoma, com aquelas imagens lá presentes,um mini-vídeo contendo som e animação, sendo inclusive permitido enviá-lo a seu Dropbox, iCloud, Google Drive ou outro serviço de armazenamento em nuvem e ainda compartilhá-lo via WhatsApp.
Outro recurso interessante é que, quando você abre uma foto em qualquer área do aplicativo, é-lhe mostrado um botão chamado Detalhes e, ao clicar nele, é apresentado o nome de todos que estejam naquela foto e já tenham sido identificados. Agora, caso esta identificação não tenha sido feita, você poderá fazê-la apenas clicando no botão Pessoa Desconhecida e digitar o nome da mesma.
Existem, neste mesmo local, ainda os botões: Mostrar Fotos nas Redondezas, Mapa com Fotos nas Redondezas, Mostrar Fotos Neste Dia.
Esperamos que as informações acima lhe tenham sido úteis para conhecer algumas das novas funcionalidades do aplicativo e reforçamos que este texto não tem o objetivo de servir como um tutorial para você aprender a utilizar, de forma plena, o Fotos, mas sim entender um pouco sobre a disposição de suas funcionalidades.
Para aprender a utilizá-lo, bastará um pouco de dedicação e vontade em explorar as várias possibilidades existentes.


Hoje eu quero indicar um aplicativo diferente que irá te ajudar a não esquecer de várias coisas. Nele você poderá criar alertas sobre diversas coisas para que o iPhone te notifique sobre cada uma delas. Ele se chama “Hooks”.
Esse aplicativo é uma mão na roda para diversos momentos, pois o número de tipos de alertas que você pode criar é tão grande que dá de poupar um bom tempo que você gastaria indo em vários apps ou sites, para verificar as informações que você terá de maneira prática em forma de notificações.
Uma lista de alertas que você poderá criar com esse aplicativo:
– Ser informado quando for lançado um filme com um ator ou um diretor que você gosta;
– Ser informado quando estiver perto de começar um programa de televisão que você quer assistir;
– Ser informado quando o seu time de futebol (ou de diversos outros esportes como basquete, futebol americano, hockey,…) estiver prestes a iniciar uma partida;
– Ser informado dos resultados dos jogos do seu time de futebol (ou de diversos outros esportes como basquete, futebol americano, hockey,…) pouco depois deles acabarem;
– Ser informado quando um canal do youtube que você gosta lançar um vídeo novo;
– Ser informado quando um canal do twitch que você gosta começar uma live;
– Ser informado quando alguém tweetar uma palavra-chave (que você escolheu) no twitter;
– Ser informado sobre diversos tipos de clima ou desastre natural (chuva, neve, terremoto,…) com uma certa antescedência em algum local que você escolheu;
– Ser informado quando o seu site cair.
Essa é apenas uma parte da lista de alertas que você poderá criar com esse aplicativo.
Ler mais »


Caro leitor,
Sabe-se que o Voice Dream Reader é um dos melhores leitores de ebooks para os dispositivos portáteis da Apple (iPhone, iPad ou iPod Touch).
Recentemente foi lançada uma nova versão com várias novidades que podem ser lidas no artigo:Novidades do Voice Dream 4.0
Chegou a oportunidade de ter este aplicativo gratuitamente, pois o DicasApple.com vai sortear para seus leitores 5 Promo Codes. Para participar do sorteio basta preencher o formulario abaixo.
O sorteio será feito no dia 30/04/2016 as 12:00 pelo horário de Brasília. Os ganhadores receberão o Promo Code por e-mail e a lista dos vencedores será publicada nos comentários deste Post.
Para saber como resgatar um Promo Code leia o artigo: Aprenda A Resgatar Um Código Promocional, No Seu Dispositivo iOS

Sorteio realizado! Em breve divulgaremos a lista de ganhadores…



Leitor, hoje lhes trago uma entrevista que vis com as pessoas por traz do game Madness’s Daze. Ouça:

A edição do áudio foi feita por José Rogério da Silva.

E tem código promocional!

Serão distribuídos cinco códigos que nos foram fornecidos pelos desenvolvedores.
– Um, na lista de discussão por e-mail do DicasApple.com;
– Três, no grupo do DicasApple.com no Facebook;
– Um, aqui neste post;
Os códigos da lista e do grupo do Face, serão liberados sem aviso, e aquele que resgatar primeiro, leva.
Já aqui, basta responder, nos comentários, a seguinte pergunta:
Qual o primeiro nome de cada um dos desenvolvedores?
A resposta está na entrevista, e quem for o primeiro a responder corretamente, leva.
Alias, você sabe resgatar um código promocional? Se não saiba como, aqui.
Ficam os agradecimentos do DicasApple.com a equipe, pelos códigos fornecidos.
Boa sorte.


Tags com: , , ,

Olá amigos
Com este pequeno texto gostaria apenas de deixar algumas dicas para quem se está a iniciar agora na utilização de um Mac com o sistema operativo OS X. Não será nada exaustivo, mas antes uma ajuda simples para quem está a começar nos caminhos dos computadores da maçã.
A perspetiva com que farei este texto é a de um mero utilizador que no presente usa os sistemas Windows e OS X, e que durante a vida inteira utilizou o primeiro, quer para trabalho, quer para lazer.
Antes de mais, penso ser importantLer mais »


Tags com: , , ,

Olá, você que lê o DicasApple.com. No ultimo sábado (18), a cidade de São Paulo, deu as boas vindas a primeira Apple Store do estado, a segunda do país. Eu estive lá, e agora conto para você, como foi a experiência.
Só para constar, posso dizer que sou veterano, já que ano passado estive na inauguração da loja do Village Mall, no Rio de Janeiro.
Tudo começa no sábado dia 18, as quatro da manha, quando acordei. A intenção era ter ido na sexta, mas o shopping não permitiria que as pessoas passassem a noite em seu interior, então, achei meio arriscado ficar sozinho na rua, por isso só fui no sábado.
Depois de conferir tudo, baterias externas, mochila, camisa comemorativa com propaganda de um projeto pessoal, sai de casa, em Santo André, por volta das 04:45.
Santo André é relativamente próxima de São Paulo, e o trajeto demorou cerca de 45 minutos.
Fui deixado com os seguranças na frente da fila, o que quase gerou confusão. Os seguranças foram pegos de surpresa, e ficaram sem saber o que fazer. Eu calmamente expliquei que queria ir para o fim da fila para um dos homens, enquanto o primeiro da fila argumentava com outro, sobre a injustiça de me passar na frente. O clima ali ficou insustentável, e exigi que um dos seguranças me tirasse dali.
Resumindo, fui levado para uma fila de pessoas com necessidades especiais, que não era minha intenção, eu queria o final da fila comum, mas não houve forma de argumentar com a segurança, que estava com mais medo de mim, de que de um assalto ou algo assim.
Após este inconveniente, achei melhor tirar onda com a situação, para não estragar a festa.
Na fila, conheci três pessoas que me ajudaram, nos momentos que precisei. Eram dois deficientes físicos, e um acompanhante.
Ficamos a uns 20 metros da loja, e ai pedi para um deles me levar até a frente da loja para tirar uma foto, antes de todos.
Eu na frente da loja.
Nesta foto, eu estou ao lado da porta da loja, fazendo sinal de positivo.
A frente da loja, é toda de vidro, sendo possível ver todo o interior, com as mesas e os produtos. Todos os painéis estvam acessos, além das lâmpadas da loja.
Aqui vai uma curiosidade interessante, sempre achei que a maçã branca luminosa, fizesse parte da vidraça de alguma forma. Porem, pelo menos na loja do Morumbi, ela fica antes dos vidros, preza ao teto, por um cano, ou algo assim. Isso permite que a maçã seja vista tanto de fora quanto de dentro da loja, sem nenhuma ligação, de fios ou algo assim.
Os primeiros da fila comum receberam uma fita com um número, já nos da fila legal, recebemos uma fita verde sem numero.
Pulso com pulseira de identificação na cor verde.
Também, recebemos lanche de frios com maionese, enrolado em um saquinho plástico, e água. Isso foi oferecido para as duas filas.
Lanche embrulhado em plástico transparente, lembrando o embrulho de uma bala.
Acabamos tirando fotos com membros do MacMagazine e do Loop Infinito.
Por volta das nova da manha, fiz meu primeiro video, a filmagem dos videos que colocarei esta ruim, mas aqui é o áudio que interessa. Neste ponto as comemorações estavam prestes a começar.

Neste video, uma rapida panorâmica pelo lugar. Muitos funcionários da Apple Brasil, e dos Estados Unidos, movimentação da imprensa, segurança, pessoas do shopping.
Foi interessante, como nossa fila não estava ligada a fila principal, ficamos receosos que não participássemos da volta olímpica, corrida de comprimentos, em fim, o momonto em os funcionários da loja saem correndo cumprimentando cada um da fila.
Chamamos um dos funcionários da Apple que vieram dos EUA, e colocamos nossa preocupação. Ele nos informou que se certificaria que participaríamos, e sai para falar com a organização.
Instantes antes da correria, ele veio nos avisar que tudo já estava certo, e que a correria viria até nós.
E aqui está a primeira parte da correria:

Quando acabou, chegamos a achar, que tínhamos ficado de fora, mas instantes depois fomos surpreendidos com outra correria, agora para a nossa fila:

Ficamos extremamente satisfeitos, pois para quem vai a uma inauguração de loja, este é um dos momentos mais importantes, e legais, diga se de passagem.
Bom, ai faltava pouco, o pessoal da loja começou a ser organizar para a abertura, sinta a expectativa:

Neste momento as pessoas estavam se organizando para abrir caminho.
E a hora chegou, o momento da abertura. Primeiro as portas foram abertas e achei que já estavam entrando, mas, me enganei. Só começou a entrada, após a contagem regressiva. Quando entramos na loja, passamos por um corredor com os funcionários, que nos cumprimentavam, e entregavam a camisa comemorativa.
Explicar com palavras é duro, mas quem sabe o som do video ajude:

É uma emoção maluca, você sabe que é uma empresa, que quer vender seus produtos, mas as pessoas são o diferencial, é muito maluco.
Como fomos um dos primeiros a entrar, ainda foi possível sentir o cheiro de novo, o cheiro da madeira das mesas.
Tentando explicar o desenho da loja, ela é retangular, estreita, e comprida. A porta de entrada, fica no meio da loja. Estou em duvida se são 5 ou 6 filas de mesa com produtos, que ficam presos a um discreto alarme que limita um pouco a movimentação do produto. No caso dos Macs isso não é tão ruim, já no caso de iPhones e iPads, é, principalmente para nos que temos que aproximar os aparelhos do ouvido, por causa do barulho ambiente.
As paredes laterais da loja, são divididas em duas partes, primeiro vem um painel com alguma propaganda, e em baixo, fica uma bancada com produtos a mostra. Esses produtos não tem ligação direta com a propaganda, essa foi a impressão que tive.
Na outra metade da parede ficam prateleiras com capas, caixas de som, pulseiras inteligentes, fones de ouvido, cabos, cases, equipamentos de som voltados para idevices, e muito mais.
No fundo da loja, existem duas grandes mesas, que fazem o Ginius Bar 360. Que é o local onde é dado o suporte aos produtos. Na parede que fica a traz destas mesa, fica mais um painel publicitário. Todos os painéis são luminosos.
Fiz uma rápida panorâmica péla loja, rápida mesmo:

Mais fotos com o iLex do Blog do iPhone, e Gustavo Faria do CocaTech
Bom, comprar na loja da Apple não é muito diferente, o que difere, é o equipamento, que é basicamente um iPod Touch que é ligado ao sistema da loja.
Os amigos que fiz na fila, tiveram que ir embora, e fiquei perambulando sozinho pela loja. Não foi difícil, ela não estava tão abarrotada, aponto de não dar para um baixa visão caminhar com cautela.
Depois de comprar um cabo lightning de R$ 120,00… Nem vamos falar de preços, se não estraga a festa.
Como ninguém é de ferro pedi para a segurança do shopping me levar até o banheiro e para a praça de alimentação, isso por volta do meio dia e meio.
Como não tinha mais nada para fazer no shopping, afinal, só iriam sair para me buscar após as 15 horas, voltei para a loja, peguei uma rápida fila, e já estava lá outra vez.
E esta segunda estada na loja me revelou grandes surpresas.
As coisas estavam mais calmas, então, mexi em todos os Macs possíveis, sai ativando, e desativando, é claro, o VoiceOver em MacBooks Air, MacBooks Pro Retina, iMacs e por que não um Mac Pro de 18 mil reais.
Sim, aproveitei um momento, em que a mesma maquina que a Pixar usa em suas animações, estava livre e brinquei rapidamente.
Só abrir e fechar aplicativos, não é um teste muito preciso, mas ela me pareceu instantânea na tarefa de abrir o Safari por exemplo.
Segundo uma informação passada por um dos vendedores ela demora 30 segundos para abrir todos os apps instalados. Não perguntei, mas acredito, que esse tempo se refira aos apps que vem junto com o sistema.
Em um dos momentos que estava experimentando um iMac, um dos vendedores se aproximou e começou a puxar assunto comigo sobre acessibilidade. Me falou que é uma área que ele gosta e pretende se aprofundar.
Acabei fazendo uma reclamação, pois os iPhones e iPads que ficam em exposição, não tem o atalho de ativação do VoiceOver habilitado. Então juntos, e após receber a autorização de um Ginius, fomos até uma das bancadas e deixamos o atalho habilitado em um dos iPhones.
Conversar com funcionários foi o que mais fiz nesta segunda ida a loja.
Encontrei outro, que é responsável pelo atendimento a pessoa jurídica nos EUA, e ele é brasileiro! E já foi baixa visão. Ele recuperou a visão de um dos olhos, em um tratamento experimental.
Mas o legal, é que ele me compreendeu quando eu disse que faltavam temas no OS X, como os que existem no Windows.
Não parei de conversar com funcionários, o que é muito legal.
Sai do shopping por volta das 16 e 30, bastante satisfeito.
Os funcionários da Apple são muito atenciosos, os brasileiros e os estrangeiros. Um detalhe que mostra isso, foi por volta das seis da manha, o gerente da loja, acompanhado de outro funcionário, provavelmente dos EUA, viu a fila especial, e veio nos cumprimentar e agradecer por estar ali. Detalhe que hambos não estavam identificados com nada da Apple.
Tirei mais de 70 fotos, mas acredito que o que interessa aqui é a experiência, e os videos com os áudios, mas também, não me custa nada deixar algumas fotos abaixo.
Se os boatos de uma loja na Paulista forem verdadeiros, vamos nos organizar e fazer a festa juntos, como DicasApple.com.
Espero que o texto tenho sido agradável.

Fotos:

Pessoas assistindo a um workshop, com imagens espelhadas em uma AppleTV
Self com um dos funcionários da loja.
iPhones com iPads sendo usados para mostrar as especificações de cada aparelho.
Bancada com pessoas experimentando iMacs
Bancada com MacBooks
Prateleiras com capas de iPads organizadas por cor.
Bancada do Geniusbar 360.


Vamos aproveitar então esta BlackFriday e pegar as dicas de aplicativos para realizar suas compras!
1. MallGuide.me. Aplicativo que mostra promoções de lojas em shoppings. Bem
acessível.
2. Pedidosjá. App para fazer pedidos em fasts foods. Não consegui testar
compeltamente, porque não consta no app a minha cidade, mais, até então
mostrou ser bem acessível.
3. Hellofood. Aplicativo para pedir em fasts foods. Até onde testei é
acessível.
4. Americanas.com O aplicativo das lojas Americanas. É chato de usar, mas, com paciência se consegue.
5. shoptime. Aplicativo da loja Shoptime. Super acessível.
6. walmart.com. Aplicativo da rede Walmart. É chato de usar, tem que ter paciência.
Boas compras!


Caro leitor,
apresentamos abaixo algumas novidades do OS x 10.10 Yosemite.
Enfatizamos neste artigo as novidades mais importantes e as que tem maior relação com a acessibilidade.

Dark Mode / Grafite

O Yosemite apresenta um novo tema, o Dark mode (Grafite), que transforma o interface colorido num interface mais escuro e menos agressivo com sombreados cinzentos e pretos tornando-o mais agradável aos olhos em ambientes escuros. Esta possibilidade de alterar o contraste poderá ser muito útil para as pessoas com baixa visão ou com determinados t iposde dislexia.

Ditado

Tal como no iOS 8, o Yosemite traz-nos a possibilidade de usarmos a função ditado em português.
Para ativar o ditado, abra as “Preferências do Sistema”, “Ditado e Fala” e na guia “Ditado” marque a opção “Ativo” e a seguir marque a opção “Usar ditado aprimorado”. Na caixa combinada correspondente selecione o idioma português. Opcionalmente poderá definir a tecla de atalho para utilizar esta função. Por padrão o ditado vem configurado para utilizar a tecla FN duas vezes.

Controle por voz

Esta função permite-nos que o computador execute determinados comandos por meio da nossa voz.
Para verificar a lista de comandos disponíveis ou adicionar novos, abra as “Preferências do Sistema”, “Acessibilidade”. Interaja com a tabela de recursos de acessibilidade e selecione na lista a opção “Ditado” e pressione o botão “Comandos do Ditado”.
Como exemplo, podemos falar “Abrir Safari”. Imediatamente o Safari será aberto.
Nota – Esta opção só poderá ser usada se o recurso “Ditado” estiver ativo.

Handoff

Este recurso permite-nos iniciar uma tarefa num dispositiitivo e continuá-la noutro.
A primeira coisa a se fazer é verificar se nas “Preferências do Sistema”, “Geral” a opção “Permitir Handoff entre este Mac e seus dispositivos iCloud” está marcada.
Em seguida ative o bluetooth em ambos os dispositivos e faça o emparelhamento do Mac com o iPhone ou outro iDevice. O Mac irá informar que o dispositivo não está emparelhado mas não dê atenção a esta mensagem.
No iPhone ou noutro iDevice, ative a opção “Handoff” em “Ajustes/Definições”, “Geral”, “Handof e Aplicativos Sugeridos / Aplicações sugeridas“.
Para testar este recurso comece a digitar uma nova mensagem no Mail no Mac e logo em seguida surgirá na tela bloqueada do iPhone o ícone do Mail abAra-o e continue a escrever o e-mail que começou no Mac.

iCloud Drive

Nesta nova versão de seu sistema operacional, a Apple adicionou a possibilidade de termos acesso direto ao conteúdo armazenado no iCloud, Chamado de “iCloud Drive”. Este recurso pode ser acessado pelo “Finder”, pressionando as teclas de atalho “Command+Shift+I” ou pelo menu “Ir”, “iCloud Drive”.
O funcionamento do iCloud Driv é semelhante ao Dropbox e os arquivos armazenados são sincronizados entre Macs e iDevices.

mail

A grande novidade da nova versão do Mail fica por conta de um recurso chamado “Mail Drop”, que permie enviar anexos com até 5 gb desde que o arquivo esteja no iClod Drive. para os usuários do Mail este envio é transparente, ou seja, se o destinatário também utilizar o Mail o anexo será recebido diretamente no e-mail e caso o destinatário utilize outra plataforma ele receberá um link para fazer o download do arquivo.

Safari

Além de uma nova interface, podemos destacar como novidade no Safari a nova barra lateral, que traz a nova opção chamada “Links Compartilhados”. Este recurso permite-nos acesso as redes sociais.
Podemos por exemplo, ler diretamente desta barra as postagens do Twitter. Pressionando VO+Shift+M em cima de uma postagem temos várias opções, das quais destacamos a de retuitar.
Para ativar/desativar esta barra lateral usamos o atalho “Command+Shift+L”.

Navegação por setas noSafari
Agora o Safari suporta a navegação por setas em uma página. Você pode usar as setas do teclado para navegar por um texto em uma página e comandos de navegação para ir ao início ou final de uma linha ou deslocar por palavras e também fazer a seleção de texto.
Se você está familiarizado com os comandos do editor de textos, pode de forma natural utilizá-los no Safari para a seleção de textos ou navegação pela página web.
É necessário que mantenha a navegação rápida desativada para poder utilizar este novo recurso.
Obs. Quando estiver navegando pelas setas e entrar em um campo de edição, o VoiceOver permanecerá com o foco neste campo e então para continuar a navegação terá que usar algum comando do VoiceOver como o VO+Seta direita.

iBooks

Finalmente temos uma versão do iBooks com acessibilidade. Nesta nova versão os botões estão etiquetados e podemos navegar pelo aplicativo facilmente e a biblioteca de livros está bem identificada.


A algum tempo vi no MacMagazine um app que foi desenvolvido por brasileiros, com intuito de facilitar o uso do WordPress. Este app é o Blogo.
Antes para quem não sabe WordPress, é uma plataforma de gerenciamento de sites dinâmicos, como este blog por exemplo.
O Blogo tras integração com o Evernote, para quem usa. Então eu resolvi testar.
De cara já faltam botões etiquetados. E isso se repete em todo o app, prejudicando a usabilidade. Eu até consegui chegar no local de escrever os posts, mas dai para frente não consegui fazer nada!
Já mandei avaliações para os desenvolvedores, reclamando. Não é um app barato $14,99 são alguma coisa, não é?
A proposta é boa mas ainda não vale a pena para nós usuários de VoiceOver.
Nem vou me atrever a deixar o link do app aqui, para que ninguém compre por acidente. Quando ele ficar acessível e se ficar, eu escreverei uma analise dele para vocês.