Novidades de acessibilidade no IOS 11.0

Agora que finalmente chegou o IOS 11 para todos os utilizadores, deixo-lhe aqui uma lista de novidades relativamente à acessibilidade, para ficar a saber com o que pode
contar quando decidir actualizar o seu dispositivo.
Uma funcionalidade que certamente lhe vai ser muito útil é a lista de palavras erradas.
Agora, quando estivermos num texto, podemos girar o rotor até onde diz palavras erradas e varrendo com o dedo para cima ou para baixo percorremos a lista de erros ortográficos
presentes no texto, podendo corrigi-los logo ali.
Esta opção aparece por defeito, não é necessário fazer qualquer configuração.
Outra novidade é digitar na siri.
A siri que todos nós conhecemos funciona por voz. No entanto agora com o IOS 11 é possível escrevermos em vez de falar. Isso pode ser útil para quem tiver alguma deficiência na
fala, ou para quem não goste de estar em locais movimentados a falar para uma máquina.
Deve escrever exactamente o mesmo texto como se estivesse a falar.
Para activar esse recurso de escrever com a Siri o caminho é o seguinte:
Tocar em definições, geral e acessibilidade.
Dentro da acessibilidade tocar na opção Siri.
Finalmente existe lá uma opção que diz digite para interagir com a Siri. Por defeito ela está desmarcada. Se a marcar a partir de agora sempre que chamar a Siri vai aparecer um
campo de texto para escrever.
O inconveniente é que se a opção digite para interagir com a Siri estiver marcada não pode falar. OU seja só pode estar uma função activa, ou a fala ou a escrita.
Por falar na Siri ela agora conta com vozes melhoradas, uma voz masculina e outra feminina, ambas no idioma português Brasil.
A vantagem é que podemos fazer com que estas vozes da Siri sejam também as vozes do Voice Over e consequentemente do sistema.
Para explorar toque em definições, geral, acessibilidade, voice Over, e fala.
No IOS 11 foram adicionados muitos efeitos nas mensagens.
Mas para nós cegos, isso pode não ter muito interesse e podemos desactivar este recurso.
Para isso, tocamos em definições, geral e acessibilidade.
Lá tocamos em reduzir movimento.
Depois temos lá a opção efeito nas mensagens que está marcado por defeito mas pode ser desmarcado.
Relativamente ao Braille foi substancialmente melhorado o suporte para linhas Braille. Para quem utiliza estes equipamentos vai sentir uma melhora muito significativa sobre
tudo no processo de escrita, mas também na leitura.
Uma das novidades mais interessantes do Braille é o facto de agora podemos ver a lista de comandos disponíveis, acrescentar novos comandos e até alterar as combinações de
teclas para cada comando.
Para explorar essa funcionalidade toque em definições, geral acessibilidade, voice Over e Braille.
Depois toque na última opção que é informação adicional.
A seguir toque em comandos Braille, e tem os vários comandos disponíveis agrupados por categorias.
Se quiser alterar um comando toque em cima do respectivo comando. Se preferir pode tocar em adicionar comando.
Ainda no Braille podemos agora marcar ou desmarcar as opções mostrar estado geral e mostrar estado do texto.
Para isso tocamos em definições, geral, acessibilidade, voice over, e braille.
Lá tocamos em células de estado.
No IOS 11 também foi melhorado o suporte para pdfs, permitindo agora navegar e ler: formulários, tabelas e listas.
Um dos novos recursos da nova versão do IOS é a leitura de legendas, sobre tudo o facto de termos a possibilidade de elas serem lidas apenas em Braille, apenas em suporte de
voz com o voice over, ou das duas maneiras de forma sincronizada.
Quando estiver num vídeo pode girar o rotor até legendas multimédia e escolher a opção pretendida.
Agora o Voice Over pode ajudar a perceber o conteúdo de uma imagem.
Quando estiver em cima de uma imagem dê um toque com 3 dedos, e o Voice Over tenta descrever o que lá está.
Essa opção já existia no IOS 10 nas fotografias, mas agora para além de ter sido aprimorada permite descrever qualquer imagem.
Agora no Voice Over podemos alterar o pitch da voz.
Para isso toque em definições, geral, acessibilidade, voice over e fala.
Agora na verbosidade do Voice Over existem mais opções.
Pontuações, modo de leitura de tabelas, e legendagem.
Aqueles que usam o teclado nativo do Iphone e a previsão de palavras vão poder ter à sua disposição uma lista maior de previsões para que possam escrever mais facilmente
palavras inteiras.
Embora não tendo directamente que ver com a acessibilidade, é bom referir que a central de controlo está muito melhor. Agora podemos adicionar ou remover itens à central de
controlo.
Vale a pena explorar, tocando em definições, central de controlo, e perceber como a podemos personalizar ao nosso gosto.
Outro recurso importante é a gravação de ecrã.
Esta ferramenta é útil para muitas coisas, por exemplo para pedir ajuda a alguém.
Gravando o ecrã, vai gerar um ficheiro de som e imagem em que a pessoa vai perceber tudo o que você fez no Iphone, e as mensagens que o equipamento deu.
Assim escusa de estar a dizer que mensagens de erro o equipamento dá. E a vantagem é que isto permite captar o som do ecrã mas também do microfone, o que permite gravar também
o som do Voice Over.
Uma mudança muito importante prende-se com a forma de apagar emails, sobre tudo para quem utiliza a função acções no rotor.
Antigamente, quando estávamos em cima de um mail bastava varrer uma vez de baixo para cima até aparecer a opção apagar, e dar 2 toques com um dedo.
Agora temos uma ligeira diferença.
Vamos imaginar que estamos numa lista com 10 mensagens. Na primeira mensagem o procedimento mantêm-se. A diferença está na forma de apagar as outras mensagens, já que como o
rotor das acções vai ficar sempre na opção apagar. Por isso, nas próximas mensagens basta dar 2 toques com 1 dedo não precisando de varrer debaixo para cima.
Duas notas importantes sobre esta função.
Se não quiser apagar uma das mensagens tem de varrer com o dedo de cima para baixo até ouvir a opção abrir pré-definido.
No caso de ter as conversações organizadas por tema, o rotor só fica posicionado na opção apagar caso a lista seja composta por conversações niformes.
Ou seja: Se estiver a percorrer uma lista em que as conversaçõs têm apenas uma mensagem cada o rotor fica sempre na posição de apagar. A partir do momento em que aparece uma
conversação com mais do que uma mensagem o rotor volta à posição prpé-definida.
O mesmo acontece se estiver a percorrer uma lista de conversações com várias mensagens cada, e aparecer uma conversação com uma única mensagem.
Uma outra pequena alteração do IOS 11 tem que ver com a movimentação e organização de icons.
O processo é exactamente o mesmo do IOS 10,, só que, para iniciar o modo de edição temos de estar em cima de um icon, dar 2 toques com um dedo e deixar ficar o dedo no segundo
toque.
A partir daí pode fazer como fazia no IOS 10.
Este processo para mim é melhor porque evita que o Iphone esteja sempre anunciar acções disponíveis quando estamos posicionados em cima de qualquer icon, como acontecia
antigamente.
Na vertente da baixa visão temos também várias melhorias, que convém frisar não foram testadas, apenas me baseio no que li nos sites de referência.
Foi aprimorado o tipo de tamanho. O texto agora pode crescer para tamanhos maiores, e as interfaces das aplicações adaptam-se para acomodarem esses tamanhos.
Cores invertidas redesenhadas: ao usar a opção Inverter cores, o conteúdo multimédia e as imagens não serão invertidos com o resto do ecrã, tornando-os assim mais fáceis de
visualizar
Finalmente deixo alguns erros encontrados nas versões beta e que infelizmente tudo indica que constarão nesta primeira versão..
Muita atenção à app mensagens.
Quando apaga uma mensagem, ela continua na lista de mensagens.
Mas isso supostamente é um erro do Voice Over porque se fechar a aplicação e voltar a abrir a mensagem já tem desaparecido.
a situação complicada neste caso é que se apagar duas vezes a mesma mensagem está a apagar a mensagem seguinte. Muito cuidado com isso. Apague só uma vez, mesmo que a mensagem
não tenha desaparecido da lista.
Agora que já sabe com o que pode contar, a opção de actualizar é sua.
Atenção porque a qualquer momento pode deixar de poder instalar novamente o IOS 10.

Outras publicações de Filipe Azevedo


Compartilhe...

Publicado em Acessibilidade, iPad, iPhone, VoiceOver

Nabegação de Posts


Deixe uma resposta