Vem Comigo! Como Foi A Inauguração da Apple Store Morumbi

Olá, você que lê o DicasApple.com. No ultimo sábado (18), a cidade de São Paulo, deu as boas vindas a primeira Apple Store do estado, a segunda do país. Eu estive lá, e agora conto para você, como foi a experiência.

Só para constar, posso dizer que sou veterano, já que ano passado estive na inauguração da loja do Village Mall, no Rio de Janeiro.

Tudo começa no sábado dia 18, as quatro da manha, quando acordei. A intenção era ter ido na sexta, mas o shopping não permitiria que as pessoas passassem a noite em seu interior, então, achei meio arriscado ficar sozinho na rua, por isso só fui no sábado.

Depois de conferir tudo, baterias externas, mochila, camisa comemorativa com propaganda de um projeto pessoal, sai de casa, em Santo André, por volta das 04:45.

Santo André é relativamente próxima de São Paulo, e o trajeto demorou cerca de 45 minutos.

Fui deixado com os seguranças na frente da fila, o que quase gerou confusão. Os seguranças foram pegos de surpresa, e ficaram sem saber o que fazer. Eu calmamente expliquei que queria ir para o fim da fila para um dos homens, enquanto o primeiro da fila argumentava com outro, sobre a injustiça de me passar na frente. O clima ali ficou insustentável, e exigi que um dos seguranças me tirasse dali.

Resumindo, fui levado para uma fila de pessoas com necessidades especiais, que não era minha intenção, eu queria o final da fila comum, mas não houve forma de argumentar com a segurança, que estava com mais medo de mim, de que de um assalto ou algo assim.

Após este inconveniente, achei melhor tirar onda com a situação, para não estragar a festa.

Na fila, conheci três pessoas que me ajudaram, nos momentos que precisei. Eram dois deficientes físicos, e um acompanhante.

Ficamos a uns 20 metros da loja, e ai pedi para um deles me levar até a frente da loja para tirar uma foto, antes de todos.

Eu na frente da loja.
Nesta foto, eu estou ao lado da porta da loja, fazendo sinal de positivo.

A frente da loja, é toda de vidro, sendo possível ver todo o interior, com as mesas e os produtos. Todos os painéis estvam acessos, além das lâmpadas da loja.

Aqui vai uma curiosidade interessante, sempre achei que a maçã branca luminosa, fizesse parte da vidraça de alguma forma. Porem, pelo menos na loja do Morumbi, ela fica antes dos vidros, preza ao teto, por um cano, ou algo assim. Isso permite que a maçã seja vista tanto de fora quanto de dentro da loja, sem nenhuma ligação, de fios ou algo assim.

Os primeiros da fila comum receberam uma fita com um número, já nos da fila legal, recebemos uma fita verde sem numero.

Pulso com pulseira de identificação na cor verde.

Também, recebemos lanche de frios com maionese, enrolado em um saquinho plástico, e água. Isso foi oferecido para as duas filas.

Lanche embrulhado em plástico transparente, lembrando o embrulho de uma bala.

Acabamos tirando fotos com membros do MacMagazine e do Loop Infinito.

Por volta das nova da manha, fiz meu primeiro video, a filmagem dos videos que colocarei esta ruim, mas aqui é o áudio que interessa. Neste ponto as comemorações estavam prestes a começar.

Neste video, uma rapida panorâmica pelo lugar. Muitos funcionários da Apple Brasil, e dos Estados Unidos, movimentação da imprensa, segurança, pessoas do shopping.

Foi interessante, como nossa fila não estava ligada a fila principal, ficamos receosos que não participássemos da volta olímpica, corrida de comprimentos, em fim, o momonto em os funcionários da loja saem correndo cumprimentando cada um da fila.

Chamamos um dos funcionários da Apple que vieram dos EUA, e colocamos nossa preocupação. Ele nos informou que se certificaria que participaríamos, e sai para falar com a organização.

Instantes antes da correria, ele veio nos avisar que tudo já estava certo, e que a correria viria até nós.

E aqui está a primeira parte da correria:

Quando acabou, chegamos a achar, que tínhamos ficado de fora, mas instantes depois fomos surpreendidos com outra correria, agora para a nossa fila:

Ficamos extremamente satisfeitos, pois para quem vai a uma inauguração de loja, este é um dos momentos mais importantes, e legais, diga se de passagem.

Bom, ai faltava pouco, o pessoal da loja começou a ser organizar para a abertura, sinta a expectativa:

Neste momento as pessoas estavam se organizando para abrir caminho.

E a hora chegou, o momento da abertura. Primeiro as portas foram abertas e achei que já estavam entrando, mas, me enganei. Só começou a entrada, após a contagem regressiva. Quando entramos na loja, passamos por um corredor com os funcionários, que nos cumprimentavam, e entregavam a camisa comemorativa.

Explicar com palavras é duro, mas quem sabe o som do video ajude:

É uma emoção maluca, você sabe que é uma empresa, que quer vender seus produtos, mas as pessoas são o diferencial, é muito maluco.

Como fomos um dos primeiros a entrar, ainda foi possível sentir o cheiro de novo, o cheiro da madeira das mesas.

Tentando explicar o desenho da loja, ela é retangular, estreita, e comprida. A porta de entrada, fica no meio da loja. Estou em duvida se são 5 ou 6 filas de mesa com produtos, que ficam presos a um discreto alarme que limita um pouco a movimentação do produto. No caso dos Macs isso não é tão ruim, já no caso de iPhones e iPads, é, principalmente para nos que temos que aproximar os aparelhos do ouvido, por causa do barulho ambiente.

As paredes laterais da loja, são divididas em duas partes, primeiro vem um painel com alguma propaganda, e em baixo, fica uma bancada com produtos a mostra. Esses produtos não tem ligação direta com a propaganda, essa foi a impressão que tive.

Na outra metade da parede ficam prateleiras com capas, caixas de som, pulseiras inteligentes, fones de ouvido, cabos, cases, equipamentos de som voltados para idevices, e muito mais.

No fundo da loja, existem duas grandes mesas, que fazem o Ginius Bar 360. Que é o local onde é dado o suporte aos produtos. Na parede que fica a traz destas mesa, fica mais um painel publicitário. Todos os painéis são luminosos.

Fiz uma rápida panorâmica péla loja, rápida mesmo:

Mais fotos com o iLex do Blog do iPhone, e Gustavo Faria do CocaTech

Bom, comprar na loja da Apple não é muito diferente, o que difere, é o equipamento, que é basicamente um iPod Touch que é ligado ao sistema da loja.

Os amigos que fiz na fila, tiveram que ir embora, e fiquei perambulando sozinho pela loja. Não foi difícil, ela não estava tão abarrotada, aponto de não dar para um baixa visão caminhar com cautela.

Depois de comprar um cabo lightning de R$ 120,00… Nem vamos falar de preços, se não estraga a festa.

Como ninguém é de ferro pedi para a segurança do shopping me levar até o banheiro e para a praça de alimentação, isso por volta do meio dia e meio.

Como não tinha mais nada para fazer no shopping, afinal, só iriam sair para me buscar após as 15 horas, voltei para a loja, peguei uma rápida fila, e já estava lá outra vez.

E esta segunda estada na loja me revelou grandes surpresas.

As coisas estavam mais calmas, então, mexi em todos os Macs possíveis, sai ativando, e desativando, é claro, o VoiceOver em MacBooks Air, MacBooks Pro Retina, iMacs e por que não um Mac Pro de 18 mil reais.

Sim, aproveitei um momento, em que a mesma maquina que a Pixar usa em suas animações, estava livre e brinquei rapidamente.

Só abrir e fechar aplicativos, não é um teste muito preciso, mas ela me pareceu instantânea na tarefa de abrir o Safari por exemplo.

Segundo uma informação passada por um dos vendedores ela demora 30 segundos para abrir todos os apps instalados. Não perguntei, mas acredito, que esse tempo se refira aos apps que vem junto com o sistema.

Em um dos momentos que estava experimentando um iMac, um dos vendedores se aproximou e começou a puxar assunto comigo sobre acessibilidade. Me falou que é uma área que ele gosta e pretende se aprofundar.

Acabei fazendo uma reclamação, pois os iPhones e iPads que ficam em exposição, não tem o atalho de ativação do VoiceOver habilitado. Então juntos, e após receber a autorização de um Ginius, fomos até uma das bancadas e deixamos o atalho habilitado em um dos iPhones.

Conversar com funcionários foi o que mais fiz nesta segunda ida a loja.

Encontrei outro, que é responsável pelo atendimento a pessoa jurídica nos EUA, e ele é brasileiro! E já foi baixa visão. Ele recuperou a visão de um dos olhos, em um tratamento experimental.

Mas o legal, é que ele me compreendeu quando eu disse que faltavam temas no OS X, como os que existem no Windows.

Não parei de conversar com funcionários, o que é muito legal.

Sai do shopping por volta das 16 e 30, bastante satisfeito.

Os funcionários da Apple são muito atenciosos, os brasileiros e os estrangeiros. Um detalhe que mostra isso, foi por volta das seis da manha, o gerente da loja, acompanhado de outro funcionário, provavelmente dos EUA, viu a fila especial, e veio nos cumprimentar e agradecer por estar ali. Detalhe que hambos não estavam identificados com nada da Apple.

Tirei mais de 70 fotos, mas acredito que o que interessa aqui é a experiência, e os videos com os áudios, mas também, não me custa nada deixar algumas fotos abaixo.

Se os boatos de uma loja na Paulista forem verdadeiros, vamos nos organizar e fazer a festa juntos, como DicasApple.com.

Espero que o texto tenho sido agradável.

Fotos:

Pessoas assistindo a um workshop, com imagens espelhadas em uma AppleTV

Self com um dos funcionários da loja.

iPhones com iPads sendo usados para mostrar as especificações de cada aparelho.

Bancada com pessoas experimentando iMacs

Bancada com MacBooks

Prateleiras com capas de iPads organizadas por cor.

Bancada do Geniusbar 360.

Outras publicações de Danilo Sanches Ferrari


Compartilhe...

Publicado em Home

Nabegação de Posts


Deixe uma resposta